Giovanni Vaccarini cria envelopamento de vidro multifacetado que reproduz, de acordo com a imagem do entorno, diferentes nuances de cores e reflexos em edifício na Suíça

Giovanni Vaccarini cria envelopamento de vidro multifacetado que reproduz, de acordo com a imagem do entorno, diferentes nuances de cores e reflexos em edifício na Suíça

O contraste da arquitetura proposta por Giovanni Vaccarini para a Swiss Société Privée de Gérance (SPG), construída na Route de Chêne, e o centro histórico de Genebra é gritante. A caixa de lâminas de vidro, com nuances e um mosaico de cores e reflexos que surpreendem o espectador que passa pela rua, só é mais incrível para quem olha de dentro para fora do alto dos modestos 26 m de altura do edifício (rigorosamente adaptado ao gabarito da região).

O trabalho que consistiu na remodelação e na ampliação de uma construção preexistente se deu por meio do envelopamento da estrutura por um conjunto de planos e arestas de altíssima eficiência energética. A qualidade e o bom desempenho dos espaços de trabalho foram a principal tarefa delegada a Vaccarini, que resolveu a demanda com uma proposta de valor estético e sustentável. A fachada de vidro combina a necessidade de sombreamento e o controle de entrada de luz, ao mesmo tempo que permite a abertura visual para a paisagem ao redor do edifício. O desenho ousado possibilita a ventilação natural por meio de uma dupla camada de vidro não estanque, que promovem a ventilação natural por convecção e reduz assim o consumo energético do edifício durante o verão. O ritmo modular da fachada se dá por meio dos perfis metálicos da Stahlbau Pichler, especialista no setor. O reflexo das arestas nas peles de vidro tem como resultado
a plasticidade única do conjunto.

Leia mais