Sede da Movile em São Paulo, de SCAA, investe em layout inspirado em ícones e aplicativos de celulares

Sede da Movile em São Paulo, de SCAA, investe em layout inspirado em ícones e aplicativos de celulares

A tecnologia caminha a todo vapor na sede da Movile Internet Móvel, localizada no bairro do Brooklin, na zona Sul de São Paulo. E o projeto de interiores, assinado por Sergio Camargo Arquitetos Associados (SCAA), acompanha os passos acelerados do escritório. Luzes, cores intensas e formas inusitadas predominam nos 1,4 mil m² ocupados pela empresa, cuja principal atividade é o desenvolvimento de aplicativos e gerenciamento do tráfico de SMS, entre outros. Com aproximadamente 200 funcionários, a Movile está instalada em um andar inteiro de um edifício corporativo e, apesar de um salão único, apresenta ambientações diversas e específicas para cada momento do trabalho.

“A arquitetura de interiores procurou organizar o espaço de acordo com a filosofia da empresa”, esclarece o arquiteto Sergio Camargo. Assim, todo o layout do escritório tem como referência o desenho dos ícones dos aplicativos e dos celulares, todos arredondados nos cantos, sem nenhuma quina. E embora haja um colorido intenso, o magenta, cor da Movile, predomina em todo o escritório.

Leia mais

Reinach Mendonça projeta escritório de advocacia em São Paulo

Reinach Mendonça projeta escritório de advocacia em São Paulo

Tradicionalmente os escritórios de advocacia pedem ambientes sóbrios, com salas fechadas e espaços reservados. O E. Munhoz propôs um programa diferente do padrão habitual e encarregou o escritório de arquitetura Reinach Mendonça de projetar a organização arquitetônica do local, uma laje de 350 m² em um edifício projetado pelo Aflalo/ Gasperini na zona Sul de São Paulo.

A premissa básica era a de que as instalações obedecessem a um padrão elevado, tendo em vista o perfil de cliente do escritório. Outro princípio fundamental: o escritório seria pequeno quanto ao número de advogados – apenas oito -, e sem nenhuma previsão de crescimento. “A partir desse escopo, fizemos a organização arquitetônica partindo de dois pontos básicos: o salão central acomodaria os funcionários, e as salas fechadas de reunião ocupariam a periferia do prédio, junto às janelas”, afirma o arquiteto Maurício Mendonça.

Leia mais

Rede Arquitetos projeta agência de publicidade com programa divido em dois grandes setores e espaços integrados, em Fortaleza

Rede Arquitetos projeta agência de publicidade com programa divido em dois grandes setores e espaços integrados, em Fortaleza

O mar da praia de Iracema, em Fortaleza, foi a fonte de inspiração para a equipe de criação da Verve Comunicação, uma agência de publicidade da cidade. Instalada em um edifício comercial, a empresa ocupa uma área de 160 m², originalmente destinada a seis salas. A arquitetura de interiores ficou a cargo do escritório Rede Arquitetos, que se encarregou do projeto de ordenação dos espaços de trabalho.

O programa exigiu a definição de dois grandes setores. Um deles é composto por ilhas de criação integradas e flexíveis, ocupando a parte frontal do salão, marcada por grandes janelas com vista para a praia. Esse espaço livre de barreiras visuais, ideal para o convívio e a interação dos funcionários, é demarcado apenas pelo mobiliário. Assim, é possível fazer alterações de layout a qualquer tempo. O outro setor, que exigia mais privacidade, é formado por estações fixas, e constitui-se de salas reservadas como de reuniões, da diretoria, do financeiro e de brainstorm, visualmente integradas às ilhas de criação graças às divisórias de vidro com persianas. No centro da agência fica a sala de TI, que alimenta toda a agência e é dotada de backup, exigindo refrigeração 24 horas por dia. As extremidades são reservadas às áreas de apoio como recepção e copa.

Leia mais

Nova sede da Cetelem em Barueri, São Paulo, com projeto da Arealis

Nova sede da Cetelem em Barueri, São Paulo, com projeto da Arealis

A demanda da direção da Cetelem, instituição financeira do grupo francês BNP Paribas, aos arquitetos foi bem clara: para sua nova sede em Barueri, na Grande São Paulo, queria uma ocupação espacial diferente da que se vê normalmente nos escritórios bancários. A ideia era desconstruir o modelo padrão, de ambientes sempre compartimentados, rígidos, monocromáticos e impessoais. Os arquitetos teriam carta branca para apresentar propostas inovadoras, não apenas em relação a aspectos estéticos, mas também a novas soluções espaciais que poderiam mudar e melhorar a qualidade do trabalho na empresa. O programa era extenso e exigia salas para diretoria e gerência, salas de reunião de várias dimensões, espaços para trabalho em grupo, áreas de descompressão, cafeteria e outros serviços.

O arquiteto Enrico Benedetti, um dos diretores da Arealis, captou as preocupações do cliente e, logo na primeira reunião, seus croquis de sugestão foram aprovados. O desafio do projeto, de acordo com Enrico, foi desenvolver novos conceitos de organização espacial que privilegiam a integração e o trabalho em grupo. As soluções, segundo a direção da Cetelem, influenciaram positivamente a reorganização do trabalho do banco, agora mais fluido e produtivo.

Leia mais