Hotel símbolo da Cidade Eterna recebe cuidadosa reformulação pela agência 4BI: reinterpretações e pedras naturais se destacam

Hotel símbolo da Cidade Eterna recebe cuidadosa reformulação pela agência 4BI: reinterpretações e pedras naturais se destacam

Inaugurado em 1889 no coração da capital italiana, a poucos passos da Piazza di Spagna e da Villa Borghese, o icônico Hotel Eden iniciou um novo capítulo de sua história ao integrar a Dorchester Collection, um dos portfólios de hotéis de luxo mais importantes do mundo, do qual fazem parte dez cinco-estrelas espalhados pela Europa e pelos Estados Unidos, como o 45 Park Lane, em Londres, o Le Meurice, em Paris, e o Bel-Air, em Los Angeles.

Em comum, todos os hotéis da coleção possuem a característica de encarnar, em ambientações deslumbrantes, a cultura e o espírito da cidade em que se localizam. Com o Eden não poderia ser diferente, razão pela qual o edifício foi submetido a uma minuciosa reformulação que manteve suas portas fechadas por quase um ano e meio. Bruno Moinard e Claire Bétaille, do escritório parisiense 4BI & Associés, respondem pelo design do lobby e das suítes, enquanto Patrick Jouin e Sanjit Manku, do também parisiense Jouin Manku, assinam o spa e os restaurantes.

Leia mais

Herdeiro artístico de Burle Marx, Haruyoshi Ono manteve a tradição de mosaicos na composição de jardins. Entre seus trabalhos mais recentes, destacam-se os museus do Amanhã, da Imagem e do Som e de Arte Moderna, no Rio de Janeiro

Herdeiro artístico de Burle Marx, Haruyoshi Ono manteve a tradição de mosaicos na composição de jardins. Entre seus trabalhos mais recentes, destacam-se os museus do Amanhã, da Imagem e do Som e de Arte Moderna, no Rio de Janeiro

A arquiteta e doutora Klara Kaiser Mori1, professora livre-docente da FAU- SP, não esconde a emoção ao falar sobre o falecimento do arquiteto e diretor-geral do Burle Marx Escritório de Paisagismo, Haruyoshi Ono, aos 73 anos, no dia 21 de janeiro de 2017. “Ainda está difícil de acreditar, de aceitar. Além do relacionamento profissional, tínhamos uma amizade de mais de 40 anos. Ele era uma pessoa muito querida”, lamenta a arquiteta.

Recém-formados em arquitetura, Klara e o marido foram colaboradores do escritório de paisagismo de Roberto Burle Marx, no Rio de Janeiro, por cinco anos, no começo da década de 70. Na sequência, Klara foi integrante, por indicação de Marx, do conselho consultivo do Sítio Burle Marx, após sua doação ao Iphan. Nesse período, as famílias Mori e Ono estreitaram os laços de amizade e discutiam em um ambiente de liberdade e interação os rumos da arquitetura e do paisagismo no país. “Em 2016, por ideia de Haruyoshi, visitamos o maravilhoso jardim da residência Edmundo Cavanelas, em Petrópolis. Foi uma viagem inesquecível”, conta. Segundo Klara, Ono costumava promover reencontros anuais entre os remanescentes das equipes que trabalharam no escritório nos anos 1970 e 1980.

Leia mais