Arquitetos e programadores compõem o DUS, responsável pela fabricação digital de fachada do Europe Building, em Amsterdã

Arquitetos e programadores compõem o DUS, responsável pela fabricação digital de fachada do Europe Building, em Amsterdã

As impressoras 3D e diversos setores da indústria – entre eles, a arquitetura, o design e a engenharia – vivem um início de namoro que promete ser longo e frutífero. A fabricação digital de produtos tem favorecido a liberdade dos profissionais de criação, assim como a utilização da tecnologia na modelagem de maquetes ajuda a identificar e solucionar erros de projetos que, de outro modo, seriam descobertos somente em estágios bem mais avançados da construção. Há também um campo bastante ambicioso, que diz respeito à impressão de casas e de outros tipos de edificações – em geral erguidos em algumas horas e extremamente baratos, se comparados às construções com métodos convencionais.

Leia mais

Tendência em revestimentos mostra desconstrução dos padrões geométricos e a força das vanguardas, com releitura do art déco, uma atmosfera vintage e relevos tridimensionais

Tendência em revestimentos mostra desconstrução dos padrões geométricos e a força das vanguardas, com releitura do art déco, uma atmosfera vintage e relevos tridimensionais

A revista AU esteve em Bolonha entre os dias 26 e 30 de setembro para cobertura de mais uma edição da feira Cersaie (Salão Internacional da Cerâmica para Arquitetura e Mobiliário de Banho). Apesar do enfoque sempre voltado ao design e interiores, a organização reserva diversos eventos para discutir potencial de aplicações técnicas em fachadas, aspectos de desempenho e apoio para especificações especiais, em ilhas do conhecimento e salas reservadas. O guia Ceramica Amica, elaborado pela Confindustria Ceramica, apresenta os cuidados para aplicação em cada ambiente, dicas para escolha do tamanho das placas e aspectos de manutenção e durabilidade.

Neste ano a feira atraiu mais de 100 mil visitantes, 850 expositores de 43 países, sendo 1/3 de países estrangeiros em mais de 105 mil m² de pavilhões. As atrações internacionais incluíram aulas magnas do Pritzker Norman Foster, do paraguaio Solano Benítez, Leão de Ouro da Bienal de Veneza, e Shelly Macnamara (Grafton Architects). Foster estabeleceu paralelos entre forma e função com base em três paixões: arquitetura, design e aviões. Citando edifícios ícones da arquitetura contemporânea e moderna, demonstrou a eficiência dos objetos ampliada por um bom projeto estrutural.

Leia mais