Lajes inclinadas e paredes diagonais revelam os traços de Gustavo Penna em residência de 736 m2 em Nova Lima, MG

Lajes inclinadas e paredes diagonais revelam os traços de Gustavo Penna em residência de 736 m2 em Nova Lima, MG

O terreno de 20 m de frente e o programa de 736 m² foram os primeiros desafios para o arquiteto Gustavo Penna no projeto desta residência no município de Nova Lima, MG. Para garantir sua marca no terreno enxuto, o arquiteto saiu do lugar-comum: em lugar de adotar para a estrutura envolvente o desenho tradicional – laje plana, vigamento linear e pilares equidistantes -, optou por proporcionar a esses componentes uma configuração mais dinâmica.

O pretendido movimento na laje se dá pela sua decomposição em um conjunto de triângulos com inclinações variadas, o que facilita o escoamento das águas da chuva, enquanto as arestas da dobradura – em uma espécie de origami – aumentam a rigidez do conjunto, eliminando a presença de vigas internas aparentes. Leia mais