Arena do futuro, no Rio de Janeiro, de Rioprojetos 2016

Arena do futuro, no Rio de Janeiro, de Rioprojetos 2016

IMPLANTAÇÃO

A Arena do Futuro está localizada na zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, área peninsular triangular na Lagoa de Jacarepaguá de aproximadamente 120 hectares (1,18 milhão m²). A Arena do Futuro fica no próprio parque com área total construída de 24.214 m², cerca de 2% da área do Parque da Barra. Leia mais

Arena do Futuro receberá jogos de handebol na Olimpíada e se transformará em quatro escolas públicas após os jogos, com projeto de Lopes Santos & Ferreira Gomes Arquitetos, Oficina de Arquitetos e Paulo Casé Planejamento

Arena do Futuro receberá jogos de handebol na Olimpíada e se transformará em quatro escolas públicas após os jogos, com projeto de Lopes Santos & Ferreira Gomes Arquitetos, Oficina de Arquitetos e Paulo Casé Planejamento

A Olimpíada dura cerca de 15 dias. Holofotes do mundo inteiro são lançados na cidade sede. Um mês depois, há certa sobrevida dessa animação com a Paraolimpíada. E logo acaba a festa. O palco desse mise-en-scène global precisa ser absorvido pelo cotidiano.

Se a cidade não incorporá-los, os equipamentos olímpicos se tornarão ruínas (vide Atenas). Quando a edificação perde a sua vitalidade, inevitavelmente geram-se resíduos: a obsolescência ou será da arquitetura como um todo, ou virá da desarticulação das partes convertidas em restos jogados ao relento, em um vagaroso processo de decomposição em algum canto do mundo. A segunda alternativa ao fracasso da arquitetura olímpica é fazê-la desaparecer; o que, a princípio, depende do nada pacífico (nem isento de custos) ato de demolir. Como dotar uma estrutura olímpica de uma razão de existência após a cerimônia de encerramento? Leia mais