Remodelação e adequação de dois galpões promovem inserção contemporânea de espaço corporativo com respeito à malha urbana e arquitetura original

Remodelação e adequação de dois galpões promovem inserção contemporânea de espaço corporativo com respeito à malha urbana e arquitetura original

Flexibilidade no uso de espaços, sustentabilidade e economia: esses foram os princípios que nortearam a concepção do projeto do espaço e para o arquiteto Luiz Paulo Andrade e sua equipe. O projeto da Impact Hub, rede global pioneira em coworking, deveria oferecer tecnologia para empreendedorismo social com modelo alinhado aos principais das demais 93 unidades espalhadas pelo globo.

O projeto remodelou completamente dois antigos armazéns dos anos 1950 e 1960, no tradicional bairro paulistano de Pinheiros. “Os espaços são subsolos dos edifícios voltados para a Rua Teodoro Sampaio, mas que estão em nível com um praça semipública na Rua Virgílio de Carvalho Pinto. Portanto, forma um espaço inusitado na malha urbana. Ambos os edifícios estavam completamente descaracterizados”, conta Andrade.Ao final do corredor, o banho de luz e a vista da cidade destacam uma geodésia que alude à bobina de Nikola Tesla e um conjunto de esculturas que convida o visitante a olhar ao longe.

Leia mais

Tubulação turquesa para instalação elétrica vira destaque de projeto de espaço de coworking recém-inaugurado na Tailândia

Tubulação turquesa para instalação elétrica vira destaque de projeto de espaço de coworking recém-inaugurado na Tailândia

A onipresente tubulação turquesa que serpenteia o Hubba-to, espaço de coworking recém-inaugurado em Bangkok, na Tailândia, é a prova de que o maior desafio de um projeto pode ser transformado em seu grande trunfo. “Nós, designers, estamos sempre lutando com as instalações elétricas. Aqui, decidimos extrapolar, utilizando até mais canos do que realmente seria necessário, porém dando a eles um desenho com valor ornamental na composição do ambiente”, explicam os autores da proposta, Yupadee Suvisith e Pitupong Chaowakul, do tailandês Supermachine Studio.

A inspiração para criar a hipnotizante malha de conduítes metálicos veio do logotipo da empresa, que brinca com diversas linhas conectadas para transmitir o espírito do empreendimento: mais do que um local de trabalho coletivo, onde desconhecidos tocam seus negócios lado a lado, a ideia do Hubba-to é ser um ponto de encontro em que freelancers, artistas e empreendedores em geral possam se conectar, trocar experiências, desenvolver parcerias e, consequentemente, ampliar a rede de relacionamentos e os negócios. Tudo isso em um ambiente divertido e propício à efervescência de ideias.

Leia mais

A arquiteta Renata Brasil cria espaço de coworking para design e arquitetura

A arquiteta Renata Brasil cria espaço de coworking para design e arquitetura

Diante do cenário atual do mercado de trabalho, é cada vez mais urgente ter novas ideias, empreender. Para se destacar, tem de fazer diferente. E, para isso, não basta conhecimento, diploma de grife, networking extenso e bom trânsito entre pessoas influentes – os grandes nomes da arquitetura. É preciso ter ideias.

Preocupada com isso, a arquiteta paulistana Renata Brasil, do Camada 1, propõe o Co-Work-Talk, ideia para trabalho conjunto em arquitetura, cenografia e design. A proposta volta-se a trocas e soma de experiências. Os planos de ocupação de uma casa restaurada na Vila Madalena são por temporada (e não rotativo, por hora ou por dia de uso), com foco no convívio mais próximo entre os presentes.

Leia mais