Residência imaginada para a zona rural é adaptada para ser construída em um condomínio urbano, mantendo espírito despojado e abertura à vegetação

Residência imaginada para a zona rural é adaptada para ser construída em um condomínio urbano, mantendo espírito despojado e abertura à vegetação

O projeto original desta residência em Campinas, no interior de São Paulo, foi pensado para a zona rural, em uma chácara de dois alqueires, em meio a um cafezal. Porém, depois de ver o desenho pronto, o casal de publicitários ao qual se destinava a casa desistiu do terreno mais distante e optou por outro, localizado em um condomínio urbano. A Casa no Cafezal, porém, deveria manter aqueles primeiros traços.

Para transpor o projeto da chácara para um lote retangular de 6.500 m² era preciso adaptar suas dimensões. Os arquitetos do escritório Forte, Gimenes & Marcondes Ferraz (FGMF) demoliram uma construção preexistente para assentar a proposta ortogonal. Esta é marcada por linhas retas e muito limpas e uma cobertura única que abriga blocos prismáticos, ora opacos, ora totalmente transparentes e permeáveis à vegetação.

Leia mais