TCU inaugura em Brasília exposição sobre trabalhos de Oscar Niemeyer

TCU inaugura em Brasília exposição sobre trabalhos de Oscar Niemeyer

O Espaço Cultural Marcantonio Vilaça, no Tribunal de Contas da União (TCU), abriga até o dia 9 de junho a mostra “Oscar Niemeyer – Territórios da Criação”. A exposição conta com desenhos e croquis originais do arquiteto, pinturas, esculturas móveis, projetos gráficos, joias e as revistas Módulo e Nosso Caminho, além de raros manuscritos.

São dois importantes segmentos: obras de grandes artistas nacionais, que colaboraram periodicamente com Oscar Niemeyer e que se fazem presentes em diversos projetos de autoria do arquiteto, e retratos do arquiteto registrados por dez dos mais renomados fotógrafos brasileiros. Leia mais

Inscrições prorrogadas para o 5º Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel

Inscrições prorrogadas para o 5º Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel

O Instituto Tomie Ohtake e a AkzoNobel prorrogaram as inscrições até o dia 27 de abril a 5ª edição do Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel, que busca projetos que se destaquem pela relação urbana e pelo comprometimento com área de implantação e a sustentabilidade, bem como a inventividade projetual e construtiva.

O prêmio é exclusivamente destinado a arquitetos brasileiros ou estrangeiros que vivam no Brasil há pelo menos dois anos e com projetos construídos durante os últimos dez anos, ou seja, entre 01 de janeiro de 2008 e o momento da abertura das inscrições (22 de fevereiro). Arquitetos, escritórios de arquitetura ou coletivos de arquitetos podem se inscrever com mais de um projeto.

Leia mais

Arquiteta especialista em BIM fala sobre a difusão da técnica no Brasil em relação a outros países

Arquiteta especialista em BIM fala sobre a difusão da técnica no Brasil em relação a outros países

A arquiteta Denise Aurora iniciou sua vida profissional no setor de construção civil em 1998, quando concluiu o curso técnico em edificações no Cefet-MG. Produziu e participou de diversos projetos arquitetônicos (hotéis, empresas, escolas, institucionais, comerciais, residenciais), design de interiores, projetos executivos, entre outras atuações relacionadas à sua formação. Dedica-se ao gerenciamento de projetos na arquitetura. Em 2013, foi membro da Chicago Architecture Foundation, experiência que lhe permitiu observar uma nova cultura relativa à arquitetura em seus diversos âmbitos – produção, experimentação, valorização. Participou da Design Thinking Experience (Design Echos-SP) e cursou o Modern Building Design (University of Bath). Graduada em 2005 pela Universidade Fumec, em Belo Horizonte, Denise é especialista em BIM e coordenadora do Grupo de Trabalho BIM da AsBEA-MG. Gerenciamento de Projetos pela Fundação Dom Cabral.

O BIM para desenvolvimento de projetos de arquitetura já é realidade amplamente difundida no Brasil?
Em 2006, em nosso escritório começamos a busca por algum software que otimizasse os processos de criação, análise e respostas às equipes complementares de desenvolvimento de projeto. Não sabíamos, mas estávamos em busca do BIM. Ao longo desses anos, os desafios de implantá-lo foram muitos. Havia pouca informação disponível, carência de treinamentos nos softwares especializados ou de cursos de capacitação disponíveis. Tudo progrediu muito de lá para cá. Pouco difundida no país, a tecnologia BIM aplicada à arquitetura ainda está restrita a um grupo pequeno de profissionais. E muitos dos que usam têm uma visão limitada e enxergam a ferramenta como um meio, e não como um fim para a inovação na construção civil.

Leia mais

Patricia Martinez privilegia fluxos e funcionalidade em projeto de áreas administrativas de fábrica em Minas Gerais

Patricia Martinez privilegia fluxos e funcionalidade em projeto de áreas administrativas de fábrica em Minas Gerais

Coerência define a proposta de organização de uma fábrica em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. A paleta de cores discreta desloca o foco do observador para as soluções de hierarquização de espaços, fluxos de pessoas e usos materializadas por Patricia Martinez. A unidade fabril, cujo nome e atividade não podem ser divulgados, é conhecida pela excelência tecnológica nos produtos de sua linha. Diante disso, Patricia teve de manter a coerência de suas soluções.

O PARTIDO

A arquiteta seguiu rigorosamente o programa de necessidades brifado pelo cliente. “Respeitados os usos, nossa missão era traduzir na arquitetura o caráter tecnológico que se apresentava pela empresa em questão. Dessa forma, os materiais foram escolhidos e os espaço foram desenhados a partir da premissa da amplitude de cada setor, de maneira a promover um bom desempenho de cada atividade”, explica Patricia. Segundo a profissional, foram priorizados conceitos tais quais a uniformidade de uso de materiais, a funcionalidade dos espaços, a precisão de desenho e o detalhamento apurado dos diversos elementos arquitetônicos.

Leia mais

Remodelação e adequação de dois galpões promovem inserção contemporânea de espaço corporativo com respeito à malha urbana e arquitetura original

Remodelação e adequação de dois galpões promovem inserção contemporânea de espaço corporativo com respeito à malha urbana e arquitetura original

Flexibilidade no uso de espaços, sustentabilidade e economia: esses foram os princípios que nortearam a concepção do projeto do espaço e para o arquiteto Luiz Paulo Andrade e sua equipe. O projeto da Impact Hub, rede global pioneira em coworking, deveria oferecer tecnologia para empreendedorismo social com modelo alinhado aos principais das demais 93 unidades espalhadas pelo globo.

O projeto remodelou completamente dois antigos armazéns dos anos 1950 e 1960, no tradicional bairro paulistano de Pinheiros. “Os espaços são subsolos dos edifícios voltados para a Rua Teodoro Sampaio, mas que estão em nível com um praça semipública na Rua Virgílio de Carvalho Pinto. Portanto, forma um espaço inusitado na malha urbana. Ambos os edifícios estavam completamente descaracterizados”, conta Andrade.Ao final do corredor, o banho de luz e a vista da cidade destacam uma geodésia que alude à bobina de Nikola Tesla e um conjunto de esculturas que convida o visitante a olhar ao longe.

Leia mais

Editorial: arquitetura cinética

Gustavo Curcio

“Um volume cinético.” Foi assim que o arquiteto Giovanni Vaccarini definiu o envelopamento de vidro de seu projeto em Genebra. A obra coberta de vidro fixado com esguia estrutura metálica, graças à texturização de uma das camadas, reflete de forma única os tons da abóbada celeste sobre a Suíça francesa.

Leia mais