Residência de descanso em Itatiba, interior de São Paulo, aproveita topografia do lote em proposta geométrica de implantação e projeto que privilegia a entrada da iluminação natural

A cobertura de madeira sobre o volume que integra estar e uma ampla cozinha americana parece flutuar sobre as paredes brancas. As tesouras de madeira, no perímetro da construção fechadas com vidro, tocam a superfície dos planos verticais em pontos específicos e são as responsáveis pela leveza da estrutura. A caixilharia branca de perfis esguios se abre para o verde do lote em desnível, localizado no interior de São Paulo, em Itatiba, no chamado Circuito das Frutas.

A residência foi construída para um casal na faixa de 60 anos, com filhos grandes. Na maior parte das vezes, é utilizada somente nos finais de semana, apenas pelo casal. “Os clientes queriam uma casa térrea, onde os quartos fossem integrados com a área externa, mas que tivesse certo respiro em relação à área social da casa”, conta Felipe Rassini, autor do projeto.

Dentro e fora: a poltrona de Charles Eames é o ponto de referência do estar que se abre para o pátio da jabuticabeira, elemento de conexão entre as áreas íntimas e social da casa

Essa demanda teve como resposta criativa o que o arquiteto chamou de pátio da jabuticabeira. Entre os dois volumes cuidadosamente implantados no primeiro platô, o pátio separa de forma sutil a área privada da área social, exatamente como brifado pelos clientes. “Por dentro, a área social é interligada à área íntima por um corredor de madeira e vidro. No meio destes dois blocos, está a jabuticabeira. A árvore foi comprada ainda pequena, com apenas quatro anos. A ideia do morador é ver a árvore crescer junto com os netos”, conta Rassini.

DISCRIÇÃO BICOLOR
A paleta de cores do projeto parece ser restrita à cor natural da madeira e o branco — licença poética para o off-white de estofados e marcenaria — em todos os ambientes da casa. O revestimento geométrico da base do balcão da cozinha (sob o cooktop) é talvez a única exceção.

A IMPLANTAÇÃO
Dividido em dois grandes platôs, o primeiro recebeu a casa completa, com a já referida divisão íntima e social, separada pelo corredor amadeirado. O inferior, separado da casa por um talude gramado e degraus balizados por vigas de madeira, recebeu terraço com churrasqueira e uma discreta piscina.

A COBERTURA
A lógica da cobertura segue a separação das áreas seca e molhada. Sobre as úmidas, laje contínua para receber os reservatórios de água. Sobre as áreas secas, cobertura de madeira com fechamento de forro.

DADOS DA OBRA
ÁREA CONSTRUÍDA: 250 m²
INÍCIO DO PROJETO: 2014
CONCLUSÃO DA OBRA: 2016

FICHA TÉCNICA
ARQUITETURA, INTERIORES E DECORAÇÃO: Rassini Arquitetura
ARQUITETOS: Felipe Rassini
ARQUITETOS COLABORADORES: Renato Martinelli (estagiário)
CONSTRUÇÃO E GERENCIAMENTO DA OBRA: Nível Perfil (construção) e Rassini Arquitetura (gerenciamento)
PROJETO DE ILUMINAÇÃO: Felipe Rassini

FORNECEDORES
CONCRETO: JOFEGE
MADEIRAS E ESTRUTURA DE MADEIRA: Madeireira Santo Antonio
TIJOLO APARENTE: FK comércio / OSC tijolos artesanais
PISO PORCELANATO: Elizabeth (modelo Savana tratado)
CAIXILHOS DE ALUMÍNIO: Perform
MÁRMORES: Juma Pedras
LOUÇAS E METAIS: Deca

POR MARÍLIA MUYLAERT FOTOS EDISON FERREIRA