Canal: quatro livros resenhados pela redação de AU

A Hispanidade em São Paulo – da Casa Rural à Capela de Santo Antonio
Aracy Amaral
240 páginas
Editora 34
editora34.com.br
A obra de Aracy Amaral, publicada originalmente em 1981, mostra um intenso intercâmbio de gente, comercial e cultural com a Espanha e a América Espanhola, desde os primórdios da instalação da Capitania de São Vicente, antecedendo a chegada de Martim Afonso, com a presença de náufragos espanhóis e portugueses que viviam no litoral de São Paulo. A autora detecta hábitos que persistiram em manifestações culturais – como as construções – que os paulistas levaram para Minas Gerais e Goiás no século 18.

Territórios em Conflito – São Paulo: Espaço, História e Política
Raquel Rolnik
280 páginas
Editora Três Estrelas
editora3estrelas.folha.uol.com.br
A autora apresenta conflitos, temas e opções políticas que definiram a história da metrópole, desde sua fundação até hoje. Apesar de ser um poderoso polo econômico, financeiro e cultural, São Paulo é marcada pela pobreza, pela desigualdade e pela incerteza quanto a seu futuro. A primeira parte do livro, “São Paulo”, é uma versão atualizada e ampliada da obra homônima publicada em 2001. A segunda traz 46 artigos em que a autora se posiciona sobre questões atuais da vida da cidade. A última parte reúne quatro ensaios que analisam desde a formação das imensas periferias nos anos 1970 até as manifestações que tomaram as ruas do país em junho de 2013.

Vilanova Artigas – Projetos Residenciais Não Construídos
Ana Tagliari, Rafael A. C. Perrone, Wilson Florio
246 páginas
Annablume Editora
annablume.com.br
Segundo Rosa Artigas, filha do arquiteto Vilanovas Artigas, os autores trazem uma contribuição inédita e importante para os estudos de arquitetura em São Paulo, em particular sobre a linguagem do projeto na obra de seu pai. A publicação possibilita a análise do percurso do arquiteto de maneira nova porque subverte as interpretações que predominam no conjunto de estudos sobre a obra de Artigas até o momento. A pesquisa rompe com algumas concepções da história da arquitetura, em geral inspiradas pela história das técnicas construtivas e do uso dos materiais, que acomodam a obra do arquiteto em fases e etapas, delineando uma curva temporal ascendente, estranha e artificial.

Horizontes Arquitetura e Urbanismo I – Projetos 2002 a 2017
Fernando Lara e Marcelo Palhares Santiago
162 páginas
Nhamerica Platform
horizontesarquitetura.com.br/contato
A publicação procura estimular a discussão sobre as perspectivas do segmento no país e proporciona uma compreensão sobre os processos de criação, reflexão e projeto do escritório mineiro Horizontes Arquitetura e Urbanismo. A primeira parte do livro apresenta uma entrevista que mostra a trajetória, a metodologia de projeto e o conceito de trabalho do escritório, escrita por Fernando Lara, seguida de um texto de Eduardo França, arquiteto, professor universitário e sócio do escritório Estúdio Arquitetura. Em seguida o livro mostra dez projetos representativos dos 15 anos de atuação do Horizontes. Cada um dos dez projetos é ilustrado por croquis, desenhos técnicos, imagens e textos.