Estudantes da UNIP e da Unicamp vencem concurso de ideias para Museu da Criatividade, em São Paulo

Estudantes da UNIP e da Unicamp vencem concurso de ideias para Museu da Criatividade, em São Paulo

A equipe de Nicolas Henrique de Oliveira Meireles, Efrain Mateus da Costa Gadelha e Victor Hugo Buzim Fantini, da Universidade Paulista (UNIP), e Aline Espindola Borba e Juliana Leanza, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), venceu o Concurso 023 do portal Projetar.org, que propõe aos estudantes de arquitetura desenvolver o Museu da Criatividade na região da Barra Funda, zona Oeste de São Paulo.

A competição de ideias, realizada em parceria com a Zupi, previa a criação de um espaço social e cultural multidisciplinar voltado às artes visuais, design, fotografia, grafite, motion design, arquitetura, publicidade, entre outros. O projeto que ficou em primeiro lugar foi criado para, de acordo com o memorial descritivo, “levar o visitante a um passeio não apenas pelo museu, mas também induzir uma experiência excêntrica de contemplação, autoconhecimento e abertura às novas experiências”.

Leia mais

Seis equipes de estudantes de arquitetura são finalistas em concurso de ideias para Museu da Criatividade

Seis equipes de estudantes de arquitetura são finalistas em concurso de ideias para Museu da Criatividade

Foram divulgadas as seis equipes finalistas do Concurso 023 do portal Projetar.org, que propõe aos estudantes de arquitetura projetar o Museu da Criatividade na região da Barra Funda, zona Oeste de São Paulo. A competição de ideias prevê a criação de um espaço social e cultural multidisciplinar voltado às artes visuais, design, fotografia, grafite, motion design, arquitetura, publicidade, entre outros.

A Equipe 023030 é formada por Henrique Lemes Lobo e Elora Abritta Moro, da Universidade de Brasília (UNB), e se destacou por utilizar “elementos extremamente originais para cumprir o programa de necessidades”, disseram os jurados. Já a Equipe 023068, composta por Filipe Gonzales Nobre Mangueira, Manoel Belisario Bezerra Viana e Caroline Gonçalves Elias, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), foi classificada por ter “uma instigante interpretação do tema do Museu, provocando muitos fluxos e encontros”.

Leia mais