Perkins + Will anuncia fusão com o escritório dinamarquês Schmidt Hammer Lassen Architects

Perkins + Will anuncia fusão com o escritório dinamarquês Schmidt Hammer Lassen Architects

O escritório de arquitetura norte americano Perkins + Will anunciou sua fusão com o dinamarquês Schmidt Hammer Lassen Architects no último dia 24 de janeiro. A parceria tem o propósito de ampliar o alcance internacional da empresa dinamarquesa e reforçar o compromisso da norte-americana “com a sustentabilidade e excelência em design”.

Fundado em 1986, o escritório dinamarquês é conhecido em todo o mundo pela sua arquitetura altamente sustentável. Entre os projetos de destaque estão o The Black Diamond, extensão da Royal Library em Copenhague; o ARoS Museum of Art em Aarhus, a segunda maior cidade da Dinamarca; a Biblioteca Central de Halifax em Nova Scotia, no Canadá; o Centro Cultural Katuaq em Nuuk, na Gronelândia; e o Tribunal Penal Internacional em Haia, na Holanda.

Leia mais

Edifício escalonado é o novo projeto de Schmidt Hammer Lassen Architects na China

Edifício escalonado é o novo projeto de Schmidt Hammer Lassen Architects na China

O escritório dinamarquês Schmidt Hammer Lassen Architects informou no dia 19 de setembro que as obras do CaoHeJing Guigu Creative Headquarters, em Xangai, na China, foram iniciadas. O edifício ficará próximo ao Shanghai Caohejing Hi-Tech Park, atual área de desenvolvimento econômico e tecnológico do governo local.

O centro criativo é localizado em uma área de 12.187 m² e contará com três volumes divididos por dois terraços de jardins externos. Os dois volumes superiores possuem um espaço divisível de um estúdio incubatório, já o menor volume hospeda o lobby principal, onde poderão ser realizados exposições e eventos, além do coffee bar.

Leia mais

Schmidt Hammer Lassen Architects projeta torre de uso misto em Detroit

Schmidt Hammer Lassen Architects projeta torre de uso misto em Detroit

O escritório Schmidt Hammer Lassen Architects irá desenvolver no coração de Detroit, nos Estados Unidos, um edifício de uso misto com mais de 480 unidades residenciais, espaços comerciais e áreas públicas. O projeto foi encomendado pela Bedrock Management Service LLC e desenvolvido em parceria com o Neumann Smith, a empresa de engenharia Buro Happold e os arquitetos paisagistas SLA

O Schmidt Hammer Lassen desenvolveu um projeto que interagisse harmoniosamente com a primeira torre de escritórios de arranha-céus de Detroit.

Com praças públicas e espaços verdes, a nova torre terá pé direito alto e pisos largos, proporcionando maior incidência de luz natural em todo o edifício. Uma das grandes preocupações do projeto foi proporcionar espaços públicos com segurança integral na área de 4.400 metros quadrados.

Leia mais

Notícias do mundo da arquitetura

Notícias do mundo da arquitetura

Fachada de pavilhão se move conforme o ritmo da música

Criado especialmente para o Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, o The Dancing Pavilion 1, projeto do Estúdio Guto Requena, apresentou uma fachada capaz de mudar conforme o ritmo da música. Ela foi concebida a pedido de uma marca brasileira de cerveja para abrigar shows e festas durante os Jogos Olímpicos. Seu funcionamento foi baseado no uso de sensores que, alocados na pista de dança, captavam a batida e a movimentação das pessoas. A partir daí, ativavam os motores responsáveis por acionar cerca de 500 espelhos redondos instalados na parte externa, de estrutura metálica colorida. Durante o dia, o pavilhão cinético criou imagens gráficas jogando com a luz e a sombra projetadas no chão e no entorno. À noite, feixes luminosos eram refletidos para fora, chamando atenção para a entrada do Parque Olímpico. O projeto é resultado de dez anos de pesquisa sobre arquitetura híbrida, unindo o mundo real e o virtual e utilizando a tecnologia interativa para transformar a percepção do espaço.

Leia mais