Com uma variedade cada vez maior, os pisos para espaços corporativos precisam atender a algumas exigências, a fim de simplificar a manutenção e evitar problemas de acústica e desgaste

Com uma variedade cada vez maior, os pisos para espaços corporativos precisam atender a algumas exigências, a fim de simplificar a manutenção e evitar problemas de acústica e desgaste

Aspectos como intensidade de circulação de pessoas, rotina de limpeza e perfil da empresa não são os únicos fatores essenciais para acertar na escolha do piso do escritório. ‘Em obras corporativas é comum ter uma parte da infraestrutura de dados, elétrica e hidráulica passando pelo piso. Por isso, dependendo do material escolhido, você acaba inviabilizando a manutenção e o acesso a essas infraestruturas’, alerta o arquiteto Bruno Moraes. Seguindo essa orientação, vale tomar a decisão certa no início do projeto, por causa dessas interferências, o que ajuda a definir como serão passadas as infraestruturas e onde serão as áreas molhadas, molháveis e secas.

Espaços corporativos requerem flexibilidade, já que a dinâmica de mudança da estrutura da empresa é constante, seja por crescimento, seja por diminuição do número de colaboradores ou mudanças estruturais. ‘Nesse caso, o piso escolhido deve levar em conta essa dinâmica’, comenta a arquiteta Marcia Sakima, da Ufficcio Arquitetura e Engenharia, que enumerou outros pontos importantes:

Leia mais

Tendência em revestimentos mostra desconstrução dos padrões geométricos e a força das vanguardas, com releitura do art déco, uma atmosfera vintage e relevos tridimensionais

Tendência em revestimentos mostra desconstrução dos padrões geométricos e a força das vanguardas, com releitura do art déco, uma atmosfera vintage e relevos tridimensionais

A revista AU esteve em Bolonha entre os dias 26 e 30 de setembro para cobertura de mais uma edição da feira Cersaie (Salão Internacional da Cerâmica para Arquitetura e Mobiliário de Banho). Apesar do enfoque sempre voltado ao design e interiores, a organização reserva diversos eventos para discutir potencial de aplicações técnicas em fachadas, aspectos de desempenho e apoio para especificações especiais, em ilhas do conhecimento e salas reservadas. O guia Ceramica Amica, elaborado pela Confindustria Ceramica, apresenta os cuidados para aplicação em cada ambiente, dicas para escolha do tamanho das placas e aspectos de manutenção e durabilidade.

Neste ano a feira atraiu mais de 100 mil visitantes, 850 expositores de 43 países, sendo 1/3 de países estrangeiros em mais de 105 mil m² de pavilhões. As atrações internacionais incluíram aulas magnas do Pritzker Norman Foster, do paraguaio Solano Benítez, Leão de Ouro da Bienal de Veneza, e Shelly Macnamara (Grafton Architects). Foster estabeleceu paralelos entre forma e função com base em três paixões: arquitetura, design e aviões. Citando edifícios ícones da arquitetura contemporânea e moderna, demonstrou a eficiência dos objetos ampliada por um bom projeto estrutural.

Leia mais