Edifício com arquitetura sinuosa fez a diferença no interior da nova sede da SulAmérica Seguros em São Paulo

Edifício com arquitetura sinuosa fez a diferença no interior da nova sede da SulAmérica Seguros em São Paulo

Um edifício projetado pelo escritório Aflalo&Gasperini próximo ao Largo da Batata, em Pinheiros, na Zona Oeste da cidade de São Paulo, foi eleito como o ideal para a nova sede da SulAmérica Seguros, quando a empresa optou pela mudança do antigo prédio de 18 mil m² que ocupava próximo ao Shopping Cidade Jardim, em São Paulo. Para apoiar a transferência, uma parceria com a unidade brasileira do escritório Perkins+Will foi consolidada a fim de encontrar as melhores soluções com base no diagnóstico de funcionamento da empresa e do modo de trabalho dos funcionários, assim como na análise de mudanças e adaptações no modelo de operação e desempenho.

O edifício de 13 andares conta com cinco subsolos para estacionamento e um auditório com capacidade para 84 pessoas. No projeto original, o formato do prédio é marcado por uma angulação de quase 90 graus que dá uma aparência de bumerangue à estrutura. Para maximizar a circulação e o campo de visão contínuos, os arquitetos da Perkins+Will optaram por inserir uma chapa metálica ondulada denominada miniwave, comum em fachadas, que consegue assumir diferentes curvaturas. O recurso também conferiu maior privacidade aos funcionários e organizou a circulação, uma vez que conduz as pessoas indiretamente pelas laterais dos andares. Ademais, separou as áreas de banheiros e de circulação vertical da região de trabalho, estabelecendo espaços para impressão e pontos de café e amenidades.

Leia mais

Os profissionais que assinaram os projetos publicados na edição

Os profissionais que assinaram os projetos publicados na edição

Sonhar e projetar
Massimiliano Fuksas 1 – que conduz o Studio Fuksas ao lado da esposa, a também arquiteta Doriana Fuksas 2 – é conhecido por suas estruturas audaciosas e formas escultóricas. Mais do que isso: há quem diga que Massimiliano não desenha volumes arquitetônicos; em vez disso, pinta paisagens poéticas em três dimensões. Os mais de 600 projetos concebidos pelo escritório italiano nos últimos 40 anos incluem marcos que vão desde os centros desportivos de Anagni e Paliano, na região do Lácio, de 1985, até o Aeroporto Internacional de Shenzhen Bao’na, na China, de 2013. Atualmente, o Studio Fuksas possui uma equipe de cerca de 170 profissionais, atua nos cinco continentes e conta com sedes em Roma, Paris e Shenzhen.

Leia mais