Com uma variedade cada vez maior, os pisos para espaços corporativos precisam atender a algumas exigências, a fim de simplificar a manutenção e evitar problemas de acústica e desgaste

Com uma variedade cada vez maior, os pisos para espaços corporativos precisam atender a algumas exigências, a fim de simplificar a manutenção e evitar problemas de acústica e desgaste

Aspectos como intensidade de circulação de pessoas, rotina de limpeza e perfil da empresa não são os únicos fatores essenciais para acertar na escolha do piso do escritório. ‘Em obras corporativas é comum ter uma parte da infraestrutura de dados, elétrica e hidráulica passando pelo piso. Por isso, dependendo do material escolhido, você acaba inviabilizando a manutenção e o acesso a essas infraestruturas’, alerta o arquiteto Bruno Moraes. Seguindo essa orientação, vale tomar a decisão certa no início do projeto, por causa dessas interferências, o que ajuda a definir como serão passadas as infraestruturas e onde serão as áreas molhadas, molháveis e secas.

Espaços corporativos requerem flexibilidade, já que a dinâmica de mudança da estrutura da empresa é constante, seja por crescimento, seja por diminuição do número de colaboradores ou mudanças estruturais. ‘Nesse caso, o piso escolhido deve levar em conta essa dinâmica’, comenta a arquiteta Marcia Sakima, da Ufficcio Arquitetura e Engenharia, que enumerou outros pontos importantes:

Leia mais

Arquitetos: os profissionais que assinaram os projetos publicados na edição

4Bi & Associés
Bruno Moinard 1 e Claire Bétaille 2 são sócios no escritório parisiense 4BI & Associés. Moinard, arquiteto de interiores, cenógrafo, designer e ilustrador, fundou a agência 4BI em 1996, após deixar as equipes do Studio Putman e da Ecart International, com as quais ele colaborava desde 1979. Em carreira-solo, ficou conhecido por projetos cenográficos de museus, exposições e butiques, incluindo o projeto da Fundação Cartier, que o consagrou na indústria do luxo. Claire Bétaille foi convidada a se juntar ao escritório em 2007 e se tornou sócia em 2012 – quando o nome oficial passou a ser 4BI & Associés. Hotéis ultraluxuosos já se tornaram uma especialidade da dupla, que assinou o Plaza Athénée (Paris, 2014) e o Four Seasons (Londres, 2015), além do Eden (Roma, 2017).

Leia mais