Vaticano convida a arquiteta brasileira Carla Juaçaba para projetar capela na Bienal de Veneza 2018

Vaticano convida a arquiteta brasileira Carla Juaçaba para projetar capela na Bienal de Veneza 2018

A arquiteta brasileira Carla Juaçaba foi selecionada pelo Vaticano para projetar uma capela na Bienal de Arquitetura de Veneza 2018, que acontecerá a partir de maio na Itália. Além dela, outros nove grandes profissionais da área também apresentarão seus trabalhos: Eduardo Souto de Moura (Portugal), Norman Foster (Inglaterra), Smiljan Radic (Chile), Javier Corvalán (Paraguai), Flores & Prats (Espanha), Francesco Celini (Itália), Sean Godsell (Austrália), Andrew Berman (Estados Unidos) e Teronobu Fujimori (Japão).

As capelas serão construídas ao lado da famosa basílica do arquiteto Andrea Palladio, de 1573. A intenção do Vaticano é que sejam desmontadas ao final da Bienal e reconstruídas nas comunidades italianas que sofreram com os terremotos dos últimos dois anos.

Leia mais

Intervenções de Giancarlo De Carlo em Urbino, na Itália

GIANCARLO DE CARLO NA INAUGURAÇÃO DA FACULDADE DE ECONOMIA , URBINO (2000)

MÔNICA MASCARENHAS GRANER
Arquiteta, desenvolve projetos na área de arquitetura e urbanismo, com mestrado em Projeto de Arquitetura pela FAU-USP. Pesquisadora de espaços universitários contemporâneos e da obra de Giancarlo De Carlo, é membro da Fondazione Ca’Romanino

Este artigo apresenta o caráter multidisciplinar da obra de Giancarlo De Carlo, um dos arquitetos italianos mais importantes do século XX. Seu dinâmico percurso profissional, suas viagens, seus projetos e suas reflexões o colocam como figura particular do Movimento Moderno e da arquitetura contemporânea. O texto evidencia seu engajamento em defesa da cidade, considerada por ele o instrumento educativo mais importante no processo evolutivo da sociedade contemporânea. Tal perspectiva conduziu sua trajetória projetual, tornando a cidade histórica de Urbino, no centro-oeste da Itália, o seu mais importante e duradouro laboratório, no qual materializou hipóteses e as verificou por meio dos cenários de transformação da realidade. Um percurso por seus projetos mais significativos – Università degli Studi di Urbino, o Plano Regulador de Urbino e a residência Lívio Sichirollo (hoje, Fondazione Ca’Romanino) – comprova a essência e a atualidade de suas reflexões como contribuição para a arquitetura contemporânea.


Leia mais

O velho e o novo juntos: Labics requalifica espaço urbano em Roma com complexo contemporâneo de uso misto

O complexo de uso misto Cidade do Sol foi criado com o objetivo de requalificar a região em que foi erguido, no centro de Roma, na Itália. A dimensão urbana do projeto levou os arquitetos Maria Claudia Clemente e Francesco Isidori, ambos do escritório Labics, a estudar minuciosamente o entorno para projetar uma obra cuja virtude é a permeabilidade determinada pelos percursos e caminhos que cruzam o terreno triangular de 17.300 m2. Com 13.500 m2, o conjunto edificado é composto de construções de diferentes alturas e usos como biblioteca, escritório, habitação e comércio.

Leia mais

Hotel símbolo da Cidade Eterna recebe cuidadosa reformulação pela agência 4BI: reinterpretações e pedras naturais se destacam

Hotel símbolo da Cidade Eterna recebe cuidadosa reformulação pela agência 4BI: reinterpretações e pedras naturais se destacam

Inaugurado em 1889 no coração da capital italiana, a poucos passos da Piazza di Spagna e da Villa Borghese, o icônico Hotel Eden iniciou um novo capítulo de sua história ao integrar a Dorchester Collection, um dos portfólios de hotéis de luxo mais importantes do mundo, do qual fazem parte dez cinco-estrelas espalhados pela Europa e pelos Estados Unidos, como o 45 Park Lane, em Londres, o Le Meurice, em Paris, e o Bel-Air, em Los Angeles.

Em comum, todos os hotéis da coleção possuem a característica de encarnar, em ambientações deslumbrantes, a cultura e o espírito da cidade em que se localizam. Com o Eden não poderia ser diferente, razão pela qual o edifício foi submetido a uma minuciosa reformulação que manteve suas portas fechadas por quase um ano e meio. Bruno Moinard e Claire Bétaille, do escritório parisiense 4BI & Associés, respondem pelo design do lobby e das suítes, enquanto Patrick Jouin e Sanjit Manku, do também parisiense Jouin Manku, assinam o spa e os restaurantes.

Leia mais

Criado pelo Studio Fuksas, complexo monumental La Nuvola em Roma, na Itália, tem volumetria ortogonal em referência à arquitetura racionalista da década de 1930

“Eu estava no litoral. Nuvens eram sopradas rapidamente pelo céu por um vento forte. Conforme eu olhava para elas, me lembrei de um sonho que eu havia tido, que envolvia construir um prédio sem nenhuma forma cristalizada.” É com essa imagem idílica que o arquiteto Massimiliano Fuksas evoca o momento em que teve a ideia decisiva para o desenho do Nuovo Centro Congressi, o novo centro de convenções de Roma, não por acaso apelidado de La Nuvola (“A Nuvem”, em italiano).

Assinado por ele e Doriana Fuksas, sua mulher e sócia no Studio Fuksas, o complexo combina a aura poética com números impressionantes. Com 55 mil m², segundo os autores, é a maior construção erguida na Itália nos últimos 50 anos. Foi inaugurado em outubro de 2016, mas sua história começou bem antes, em meados de 1998, quando teve início o concurso público para a criação do espaço, cujo júri foi presidido por Norman Foster. Aprovada em 2004, a proposta definitiva conta com auditórios e salas de exibição com capacidade total para mais de 8 mil pessoas, além de um hotel com quase 500 quartos.

Leia mais