11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo acontece entre 28 de outubro e 23 de dezembro. Veja programação

11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo acontece entre 28 de outubro e 23 de dezembro. Veja programação

Com realização do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e curadoria do arquiteto Marcos L. Rosa, a 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, Em Projeto, será realizada entre os dias 28 de outubro e 23 de dezembro na capital paulista. A edição deste ano propõe uma dinâmica diferente, com mais de 40 atividades espalhadas em 120 km da cidade.

O evento passará por diversas instituições com programação cultural, além de um percurso que poderá ser visitado a pé, convergindo com espaços culturais e espaços abertos no centro da cidade, com exposições e demais atividades.5005

Leia mais

Nivaldo Andrade é o novo presidente nacional do IAB

Nivaldo Andrade é o novo presidente nacional do IAB

O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) elegeu durante a 152ª reunião do Conselho Superior do IAB, no dia 29 de setembro, o arquiteto baiano Nivaldo Vieira de Andrade Júnior como novo presidente da Direção Nacional na gestão de 2017 a 2020. Esta é a primeira vez desde a gestão do arquiteto Benito Sarno (1970/1972) que a Bahia sedia a presidência nacional da entidade.

Nivaldo Andrade é arquiteto e doutor em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (FAUFBA), professor e membro dos Colegiados do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (PPG-AU) e do Mestrado Profissional em Conservação e restauração de Monumentos e Núcleos Históricos (MP-CECRE) da UFBA. O arquiteto também faz parte da diretoria atual do IAB-BA, onde foi presidente no triênio 2012/2014.

Leia mais

Entidades de arquitetura e urbanismo defendem lei específica para licitação de obras públicas

Entidades de arquitetura e urbanismo defendem lei específica para licitação de obras públicas

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) discutiram durante a II Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo, na última semana, a demanda por uma lei específica para licitação de obras públicas.

Recentemente, o Senado Federal aprovou o Projeto de Lei 6.814/2017 que autoriza a licitação de obras públicas sem o projeto completo, por meio da contratação integrada, onde a empreiteira vencedora será responsável pela elaboração do projeto em obras acima de R$ 20 milhões, como escolas de médio porte ou pequenos hospitais.

Leia mais

Editorial: reconhecimento e valorização

GUSTAVO CURCIO

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e os Conselhos de Arquitetura e Urbanismo das Unidades da Federação (CAU/UF) foram criados pela Lei 12.378, de 31 de dezembro de 2010. Apenas um ano depois, em 15 de dezembro de 2011, nasceu o corpo que regula o exercício de nossa profissão no país. Consolidado, o CAU/BR desempenha papel fundamental para a valorização de arquitetos e urbanistas. Dentre os pleitos junto ao Congresso Nacional está a recém-apresentada proposta de criação de lei específica para contratação de projetos e obras públicas – apresentada no dia 5 de julho em conjunto com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB). A ideia é tratar de forma diferenciada a compra de produtos como materiais de expediente, serviços intelectuais e serviços de arquitetura. “Estamos propondo um passo mais largo, para além da revisão da Lei de Licitações. É preciso uma lei própria para projetos”, afirmou o presidente do CAU/BR, Haroldo Pinheiro, durante o I Fórum de Desenvolvimento Urbano, realizado em uma parceria do CAU/BR e da Câmara dos Deputados.

Leia mais