Confira o projeto vencedor do concurso para o Memorial às Vítimas da Boate Kiss, no Rio Grande do Sul

Confira o projeto vencedor do concurso para o Memorial às Vítimas da Boate Kiss, no Rio Grande do Sul

O Departamento Rio Grande do Sul do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RS) divulgou no dia 10 de abril que o escritório Motta e Zene Engenharia e Arquitetura foi o vencedor do Concurso Público Nacional de Arquitetura para o Memorial às Vítimas da Boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. A escolha foi unânime.

As equipes deveriam criar uma pequena edificação, um monumento e uma praça no terreno de 638,25 m². Segundo o memorial descritivo do projeto, o memorial pretende transformar a área da boate em um lugar de respeito ao passado, conforto ao presente e esperança ao futuro. Propõe-se transformar a perspectiva existente ligada ao trauma em um espaço de educação, troca e livre interação.

Leia mais

Organizado pelo IAB-RS, concurso de arquitetura para o Memorial às Vítimas da Boate Kiss é lançado

Organizado pelo IAB-RS, concurso de arquitetura para o Memorial às Vítimas da Boate Kiss é lançado

No último sábado (27), a Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM) lançou o Concurso Público Nacional de Arquitetura para o Memorial às Vítimas da Boate Kiss, no Rio Grande do Sul. Essa data marca os cinco anos do incêndio que matou 242 pessoas e deixou 636 feridas. As inscrições vão até 19 de março.

A competição é coordenada pelo Departamento Rio Grande do Sul do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RS) e conta com o apoio da Prefeitura de Santa Maria e do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS). As equipes deverão criar uma pequena edificação, um monumento e uma praça no terreno de 638,25 m².

Leia mais

IAB-RS denuncia irregularidades no projeto do Cais Mauá, em Porto Alegre

IAB-RS denuncia irregularidades no projeto do Cais Mauá, em Porto Alegre

No dia 28 de julho, o Departamento Rio Grande do Sul do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RS) entrou com uma Ação Civil Pública (ACP) no Juizado da Fazenda Pública devido a irregularidades encontradas no licenciamento do projeto urbanístico para a área do Cais Mauá, em Porto Alegre.

Conforme informações da entidade, as irregularidades constam na Lei Complementar 638 de 2010, que estabeleceu regras de uso e ocupação da área do Cais Mauá, presente nos documentos do Edital de Concessão da Área pelo governo, publicado no mesmo ano. As diretrizes eram válidas para investidores que iniciassem as obras até 31 de dezembro de 2012, de acordo com o Art. 17 da Lei, que estabelecia prazo para o Executivo Municipal determinar novos critérios de atualização, que também não foi seguido.

Leia mais