Entidades de arquitetura e urbanismo defendem lei específica para licitação de obras públicas

Entidades de arquitetura e urbanismo defendem lei específica para licitação de obras públicas

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) discutiram durante a II Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo, na última semana, a demanda por uma lei específica para licitação de obras públicas.

Recentemente, o Senado Federal aprovou o Projeto de Lei 6.814/2017 que autoriza a licitação de obras públicas sem o projeto completo, por meio da contratação integrada, onde a empreiteira vencedora será responsável pela elaboração do projeto em obras acima de R$ 20 milhões, como escolas de médio porte ou pequenos hospitais.

Leia mais

Sócios do escritório B&L Arquitetura vencem 12º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano, da FNA

Sócios do escritório B&L Arquitetura vencem 12º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano, da FNA

Os arquitetos e urbanistas do B&L Arquitetura, Maria Edwiges Sobreira Leal e Eduardo Beggiato, são os grandes vencedores do 12º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano, promovido pela Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA). O anúncio ocorreu na última segunda-feira (2) após reunião do Conselho Consultivo da entidade em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Os profissionais são responsáveis por projetos como a revitalização e reforma da Praça da Estação, em Belo Horizonte, e o do sistema de Bus Rapid Transit (BRT) entre as avenidas Paraná e Santos Dumont, também na capital mineira. Este último trata-se da implantação de seis estações de embarque, de soluções de acessibilidade para pedestres e ciclistas, bem como a requalificação dos espaços públicos.

Leia mais

Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano tem inscrições prorrogadas

Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano tem inscrições prorrogadas

A Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) prorrogou até o dia 12 de setembro as inscrições para o 12º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano. A premiação funciona por indicação e, neste ano, poderão participar profissionais que tenham atuação somente no setor público e privado do estado de Minas Gerais e da região Sudeste.

Para a seleção dos profissionais será considerado a relevância do trabalho “caracterizado pelo impacto das realizações nas áreas científica, política, social e tecnológica, com alcance social e humano, através de ações, projetos ou obras inovadoras que beneficiem a comunidade brasileira”, de acordo com o edital. O premiado de cada categoria (Público e Privado) receberá uma escultura simbolizando a premiação e um diploma com a descrição do motivo do prêmio.

Leia mais