Escola Senai, de NPC Grupo Arquitetura, em São Caetano, SP

Escola Senai, de NPC Grupo Arquitetura, em São Caetano, SP

IMPLANTAÇÃO EM TERRENO ÍNGREME – ESTUDOS COM MAQUETE FÍISICA

Os desafios colocados para o projeto estão relacionados principalmente à topografia acentuada do terreno e ao extenso programa de 15 mil m². O lote de 18 mil m² possui duas frentes, uma na cota alta e outra 13 m mais baixa. A estratégia dos arquitetos foi usar o modelo físico como ferramenta de projeto para investigar uma implantação que conectasse as ruas em cotas distintas.

Os primeiros estudos partiram de duas condicionantes: o alinhamento da cota mais alta como acesso principal, e a preservação da vegetação natural existente. Uma passarela elevada conformou o acesso aos edifícios ligando o passeio público ao pavimento onde acontece grande parte das atividades didáticas. A implantação dos edifícios transversalmente à passarela acomodou dois blocos na cota do maior platô. No primeiro modelo 1, o bloco principal tem duas aberturas zenitais. A sua evolução resultou em quatro volumes edificados 2, intercalados por pátios que integram as atividades desenvolvidas neste bloco com o bloco menor na cota do térreo inferior. A volumetria recortada também qualifica a iluminação e a ventilação do edifício principal pedagógico.

Leia mais

BBVA Bancomer, na Cidade do México: edifício corporativo assinado por Richard Rogers (RSH+P) e Legorreta + Legorreta

BBVA Bancomer, na Cidade do México: edifício corporativo assinado por Richard Rogers (RSH+P) e Legorreta + Legorreta

A nova sede do banco BBVA Bancomer afirma-se como um marco na paisagem da Cidade do México. O projeto, com 188.777 m² em um terreno de 6.620 m², elaborado pelo escritório de Richard Rogers, RSH+P, em parceria com os mexicanos Legorreta + Legorreta, está localizado na avenida Paseo Reforma aos pés do Bosque de Chapultepec – um dos pontos mais valorizados da cidade.

A implantação do conjunto é concisa: na esquina do Paseo Reforma com a Calle Lieja, é disposta uma torre de 50 andares (a área para escritório soma 78.800 m²), de matriz geométrica quadrada com duas quinas chanfradas, de maneira a criar visuais alinhadas a eixos da malha urbana; ao lado desta, no Paseo Reforma, é locado um volume de 12 andares em formato curvo; e adjacente à torre na Calle Lieja, há um prisma regular, também de 12 pavimentos.

Leia mais

Em detalhes: Museu de Congonhas, de Gustavo Penna

Em detalhes: Museu de Congonhas, de Gustavo Penna

Gustavo Penna Arquitetos & Associados . Congonhas, MG . 2005/2015

IMPLANTAÇÃO
Um dos principais propósitos do projeto Museu de Congonhas relaciona-se com a sua implantação, que ocupa o declive do Morro Maranhão entre o Conjunto do Santuário de Bom Jesus do Matozinhos e o edifício da Romaria, patrimônio setecentista mineiro. Pautado pela discrição e neutralidade, a obra distribuída em três níveis encontra-se incrustrada delicadamente no terreno. Leia mais

Superlimão Studio transforma galpão em loja pronta-entrega da Fernando Jaeger, em São Paulo

Superlimão Studio transforma galpão em loja pronta-entrega da Fernando Jaeger, em São Paulo

À primeira vista, as duas premissas de projeto que deveriam orientar o desenho da nova loja para pronta entrega de móveis da Fernando Jaeger, no bairro de Moema, em São Paulo, pareciam apontar em direções contrárias.

Uma das determinações do cliente era de que o novo espaço fizesse referência à primeira loja para pronta entrega da marca, fruto da bem-sucedida reforma de uma casa térrea no bairro da Pompeia, na mesma cidade, assinada pelo SuperLimão Studio (AU 236). Por isso, Jaeger convidou os mesmos arquitetos e apresentou-lhes o imóvel que desejava alugar para a próxima empreitada: um galpão de estrutura metálica simples, sem maior valor arquitetônico, ainda em construção. “Um espaço muito mais frio, muito mais cru do que a casa do projeto anterior”, resume Thiago Rodrigues, sócio do escritório. Leia mais

Arena do futuro, no Rio de Janeiro, de Rioprojetos 2016

Arena do futuro, no Rio de Janeiro, de Rioprojetos 2016

IMPLANTAÇÃO

A Arena do Futuro está localizada na zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, área peninsular triangular na Lagoa de Jacarepaguá de aproximadamente 120 hectares (1,18 milhão m²). A Arena do Futuro fica no próprio parque com área total construída de 24.214 m², cerca de 2% da área do Parque da Barra. Leia mais

Arena do Futuro receberá jogos de handebol na Olimpíada e se transformará em quatro escolas públicas após os jogos, com projeto de Lopes Santos & Ferreira Gomes Arquitetos, Oficina de Arquitetos e Paulo Casé Planejamento

Arena do Futuro receberá jogos de handebol na Olimpíada e se transformará em quatro escolas públicas após os jogos, com projeto de Lopes Santos & Ferreira Gomes Arquitetos, Oficina de Arquitetos e Paulo Casé Planejamento

A Olimpíada dura cerca de 15 dias. Holofotes do mundo inteiro são lançados na cidade sede. Um mês depois, há certa sobrevida dessa animação com a Paraolimpíada. E logo acaba a festa. O palco desse mise-en-scène global precisa ser absorvido pelo cotidiano.

Se a cidade não incorporá-los, os equipamentos olímpicos se tornarão ruínas (vide Atenas). Quando a edificação perde a sua vitalidade, inevitavelmente geram-se resíduos: a obsolescência ou será da arquitetura como um todo, ou virá da desarticulação das partes convertidas em restos jogados ao relento, em um vagaroso processo de decomposição em algum canto do mundo. A segunda alternativa ao fracasso da arquitetura olímpica é fazê-la desaparecer; o que, a princípio, depende do nada pacífico (nem isento de custos) ato de demolir. Como dotar uma estrutura olímpica de uma razão de existência após a cerimônia de encerramento? Leia mais