Arquitetos e urbanistas de Minas Gerais podem apresentar projetos ao Corpo de Bombeiros pela internet

Arquitetos e urbanistas de Minas Gerais podem apresentar projetos ao Corpo de Bombeiros pela internet

Os profissionais com registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) podem desde setembro apresentar digitalmente os projetos das edificações para receber o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) na região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. O protocolo, a aprovação, a vistoria e a liberação da autorização podem ser pedidos por meio do Sistema de Informações do Serviço de Segurança Contra Incêndio e Pânico (Infoscip), implantado em 2012.

Leia mais

Transformada em templo de bem-estar, a nova safra de banheiros conta com soluções e produtos que integram design, tecnologia e sustentabilidade

Para atender ao desejo dos clientes, que queriam duas cubas, boxe e banheira separados, a Korman arquitetos juntou o antigo banheiro ao quarto de empregada, conquistando esta generosa sala de banho.

Leia mais

Pesquisa de preços: piso elevado com carpete

O projeto do arquiteto Bruno Moraes – publicado na seção Como Especificar da edição 280 (julho/2017) – ganhou um orçamento detalhado. Prevê a instalação de sistema de refrigeração no vão formado entre a estrutura do piso elevado e a laje do imóvel corporativo. No projeto, Moraes especificou cada uma das camadas do sistema. Veja o esquema abaixo e a cotação dos itens por estado.

Leia mais

Pesquisa de preços: fachada com telas metálicas é destaque de projeto do Restaurante Authoral, do Bloco Arquitetos

A malha que preenche o requadramento metálico é a base perfeita para a trepadeira, que faz uma cortina natural sobre as fachadas

O ponto focal do projeto do Bloco Arquitetos, publicado na edição 277 da aU, são as telas metálicas que revestem as fachadas do Restaurante Authoral, em Brasília (DF). De aço galvanizado com cantoneiras de alumínio, formam uma malha que dá o tom ao imóvel. O mesmo material é usado no interior da casa, como uma espécie de forro.

Leia mais

Com uma variedade cada vez maior, os pisos para espaços corporativos precisam atender a algumas exigências, a fim de simplificar a manutenção e evitar problemas de acústica e desgaste

Com uma variedade cada vez maior, os pisos para espaços corporativos precisam atender a algumas exigências, a fim de simplificar a manutenção e evitar problemas de acústica e desgaste

Aspectos como intensidade de circulação de pessoas, rotina de limpeza e perfil da empresa não são os únicos fatores essenciais para acertar na escolha do piso do escritório. ‘Em obras corporativas é comum ter uma parte da infraestrutura de dados, elétrica e hidráulica passando pelo piso. Por isso, dependendo do material escolhido, você acaba inviabilizando a manutenção e o acesso a essas infraestruturas’, alerta o arquiteto Bruno Moraes. Seguindo essa orientação, vale tomar a decisão certa no início do projeto, por causa dessas interferências, o que ajuda a definir como serão passadas as infraestruturas e onde serão as áreas molhadas, molháveis e secas.

Espaços corporativos requerem flexibilidade, já que a dinâmica de mudança da estrutura da empresa é constante, seja por crescimento, seja por diminuição do número de colaboradores ou mudanças estruturais. ‘Nesse caso, o piso escolhido deve levar em conta essa dinâmica’, comenta a arquiteta Marcia Sakima, da Ufficcio Arquitetura e Engenharia, que enumerou outros pontos importantes:

Leia mais