Edifícios

O velho e o novo juntos: Labics requalifica espaço urbano em Roma com complexo contemporâneo de uso misto

O complexo de uso misto Cidade do Sol foi criado com o objetivo de requalificar a região em que foi erguido, no centro de Roma, na Itália. A dimensão urbana do projeto levou os arquitetos Maria Claudia Clemente e Francesco Isidori, ambos do escritório Labics, a estudar minuciosamente o entorno para projetar uma obra cuja virtude é a permeabilidade determinada pelos percursos e caminhos que cruzam o terreno triangular de 17.300 m2. Com 13.500 m2, o conjunto edificado é composto de construções de diferentes alturas e usos como biblioteca, escritório, habitação e comércio.

O projeto do Labics foi o grande vencedor de um concurso promovido pela prefeitura de Roma, em 2007, para revitalizar áreas em desuso da Atac, empresa que gerencia o transporte público da capital italiana. A proposta escolhida tinha como virtude a volumetria rica e ‘porosa’, concebida de acordo com o traçado urbano do entorno, no qual se destaca o grande conjunto residencial popular ICP Tiburtino II, projetado por Giorgio Guidi e Innocenzo Sabbatini, que ocupa toda uma quadra e foi construído em 1926. Nos arredores da Cidade do Sol também estão o cemitério Campo di Verano, a Piazzale delle Province e a estação ferroviária Tiburtina.

Projetada em 1937 pelo engenheiro Mário Loreti, a construção avermelhada, na ponta do lote triangular, foi mantida pelo projeto do Labics. ‘Decidimos manter o prédio antigo e ocupá-lo com uma biblioteca pública; afinal, ele já fazia parte da identidade da vizinhança. Já o volume suspenso sobre a antiga edificação é o edifício de escritórios’, explicam os arquitetos, que projetaram para o complexo duas tipologias distintas de edificações residenciais: as Urban Villas e as Tall Houses.

Triptyque projeta edifício que será construído totalmente com madeira certificada

Triptyque projeta edifício que será construído totalmente com madeira certificada

A Vila Madalena, na zona Oeste de São Paulo, ganhará um prédio com 13 andares totalmente construído em madeira 100% certificada, com garantia de origem e trajetória. Trata-se do edifício da empresa florestal brasileira AMATA, projetado pelo escritório de arquitetura Triptyque.

O edifício será erguido em um terreno de 1.025 m² e terá área total de 4.700 m². Para a sua construção vão ser utilizados painéis de Cross Laminated Timber (CLT), um material desenvolvido com multicamadas de madeira maciça em duas direções diferentes, que facilita a implantação de estruturas grandes e altas.

Leia mais

Edifício escalonado é o novo projeto de Schmidt Hammer Lassen Architects na China

Edifício escalonado é o novo projeto de Schmidt Hammer Lassen Architects na China

O escritório dinamarquês Schmidt Hammer Lassen Architects informou no dia 19 de setembro que as obras do CaoHeJing Guigu Creative Headquarters, em Xangai, na China, foram iniciadas. O edifício ficará próximo ao Shanghai Caohejing Hi-Tech Park, atual área de desenvolvimento econômico e tecnológico do governo local.

O centro criativo é localizado em uma área de 12.187 m² e contará com três volumes divididos por dois terraços de jardins externos. Os dois volumes superiores possuem um espaço divisível de um estúdio incubatório, já o menor volume hospeda o lobby principal, onde poderão ser realizados exposições e eventos, além do coffee bar.

Leia mais

Grupo SP, JPG.ARQ e Pedro Mendes da Rocha assinam o SESC Limeira, no interior de São Paulo

Grupo SP, JPG.ARQ e Pedro Mendes da Rocha assinam o SESC Limeira, no interior de São Paulo

O Serviço Social do Comércio (SESC) divulgou que a equipe formada pelos escritórios Grupo SP e JPG.ARQ e pelo arquiteto Pedro Mendes da Rocha foi o grande vencedor do concurso nacional de arquitetura para o projeto da sua nova unidade em Limeira, no interior de São Paulo.

A edificação ficará localizada em um terreno de 20,5 mil m² na Via Luiz Varga, s/nº, no bairro Anhanguera, e terá uma área construída coberta de 16 mil m², área construída e aquática descoberta de 3,1 mil m² e mais 3.000 m² de paisagismo. Entre as atrações, o SESC receberá teatro, um ginásio multiuso, piscinas e um centro odontológico. A previsão para a entrega do prédio é para 2021.

Leia mais

Guto Requena ganha CODA Awards com projeto do Pavilhão Dançante

Guto Requena ganha CODA Awards com projeto do Pavilhão Dançante

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb

O arquiteto e designer Guto Requena venceu o CODA Awards 2017, na categoria Hospitalidade, com o projeto do Pavilhão Dançante, projetado para a Olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro. Em maio, o projeto também ganhou o Prêmio Prix Versailles 2017 na categoria Especial Exterior.

Desenvolvido para ser um local de eventos como festas, danças, DJs e apresentações, o edifício foi instalado no Parque Olímpico da Barra. Sua fachada contava com 500 espelhos que se movimentavam de acordo com as batidas e os movimentos captados pelos sensores internos na pista de dança.

Leia mais

Concurso de ideias para estudantes de arquitetura premiará projetos do Museu da Criatividade

Concurso de ideias para estudantes de arquitetura premiará projetos do Museu da Criatividade

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb

O portal Projetar.org acaba de lançar seu Concurso 023, que propõe aos estudantes de arquitetura projetar o Museu da Criatividade na região da Barra Funda, zona Oeste de São Paulo. A competição de ideias prevê a criação de um espaço social e cultural multidisciplinar voltado às artes visuais, design, fotografia, grafite, motion design, arquitetura, publicidade, entre outros.

A edificação será construída no terreno da primeira gráfica do País e deverá ter uma interação direta com a rua e seu entorno.

O júri para este concurso será composto pelo sócio fundador do Portal Projetar.org Caio Smolarek Dias, pelo arquiteto e designer mestre Henrique Stabile, pelo arquiteto mestre especializado em Projetos Marcelo França dos Anjos, pelo sócio fundador do escritório Pascali Semerdjian Sarkis Semerdjian e pelo arquiteto graduado na FH Lippe, na Alemanha, Thorsten Nolte.

Leia mais