Estudantes da USP ganham concurso de ideias para identidade visual do Museu da Criatividade

Os estudantes de design Tomás Stephan e de arquitetura Gabriela Gennari, da Universidade de São Paulo (USP), venceram o 3º concurso de design do Projetar.org, que visava criar uma identidade visual institucional para o Museu da Criatividade, que foi objeto do 23º concurso de arquitetura do portal. Promovida em parceria com a Zupi, a competição recebeu 55 inscrições de 36 instituições de ensino de todo o País.

O projeto ganhador buscou representar graficamente a pluralidade do Museu da Criatividade, assim como registrar a mudança urbanísticas da região. A criatividade ocorre pelo uso dos asteriscos dividindo a sigla “MU” da “C”, já que elas estão ligadas a palavras distintas.

Segundo o jurado Fabio Prata, ao explorar variações da letra C a equipe criou uma marca dinâmica, que comenta de forma simples o tema do museu – a criatividade, demonstrando potencial para desdobramentos da identidade em outras peças gráficas. De acordo com o Thiago Matsunaga, a proposta é interessante e funcional. “Eu a vejo funcionando no mundo real”, afirma o jurado. Para os jurados Carlos Junior e Fabiana Arashiro, a equipe apresentou uma forma harmônica utilizando-se de um conceito coerente, com simplicidade e atenção aos detalhes.

A segunda colocação foi conquistada pelos estudantes de arquitetura Barbara de Holanda Maia Teixera e Natan Soares Ferreira da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A terceira colocação foi conquistada pelos estudantes de arquitetura Barbara de Holanda Maia Teixera e Natan Soares Ferreira, da Unicamp.

Além disso, uma menção honrosa foi concedida à proposta dos acadêmicos de design Pedro Antônio de Lima Damas e Larissa Gonçalves Sampaio do Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH).

Por Gabriel Gameiro