Museu projetado por David Adjaye nos Estados Unidos ganha prêmio Design of the Year, do Museu de Design de Londres

O Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana, projetado pelo escritório Adjaye Associates para o Instituto Smithsonian em Washington, nos Estados Unidos, foi escolhido como o vencedor do prêmio Beazley Design of The Year na categoria Arquitetura. Esse é o décimo ano da premiação do Museu de Design de Londres.

O projeto de Sir David Adjaye superou os outros cinco concorrentes da categoria Arquitetura. Vale lembrar que em 2017 o arquiteto recebeu o título de cavaleiro britânico pela Rainha graças a seus serviços destinados à arquitetura. Nesse mesmo ano ele foi reconhecido como uma das 100 pessoas mais influentes do ano pela revista TIME.

Situado no terreno do Monumento de Washington, o Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana tem um perfil sutil na paisagem, já que mais da metade do prédio está abaixo do solo e apenas cinco andares acima. Todo edifício está evolvido em uma rede de bronze ornamental, uma referência histórica ao artesanato afro-americano. Uma extensão do edifício na paisagem, a varanda cria uma sala ao ar livre que faz a ponte entre o interior e o exterior.

A parte inferior do telhado da varanda é inclinada para cima, permitindo o reflexo da água da água em movimento abaixo. Há também um pátio ao ar livre no terraço que é acessado a partir do mezanino dentro do edifício. Dentro do prédio, os visitantes serão orientados em uma jornada histórica e emocional caracterizada por vastos espaços livres de coluna. Abaixo do solo, o ambiente é contemplativo e monumental, com uma galeria de história de altura tripla e simbolizado pelo espaço memorial, que traz uma luz difundida por uma cascata de água.

O projeto foi desenvolvido em parceria com o The Freelon Group, David Brody Bond e SmithGroupJJR.

Confira os demais vencedores do Beazley Design oh The Year:

Categoria Digital
Nome: Rapid Liquid Printing
A impressão rápida desenha fisicamente o espaço 3D em uma suspensão de gel líquido e permite a criação precisa de produtos personalizados.

Categoria Fashion
Nome: Nike Pro Hijab
A Nike trabalhou ao lado de uma equipe de atletas para desenvolver um Hijab de alta performance e de uma camada, capaz de mudar o rosto do esporte para mulheres muçulmanas. Inspirado pela vitória de Sarah Attar para a Arábia Saudita nas Olimpíadas de 2012, foi apresentado dois dias antes do Dia Internacional da Mulher.

Categoria Artes Gráficas
Nome: ‘Fractured Lands’, The New York Times Magazine, 14 August 2016
O problema das Terras Fraturadas continha uma narrativa de ficção única, muito longa (42 mil palavras) de Scott Anderson e 20 fotografias de Paolo Pellegrin. O produto de cerca de 18 meses de relatórios, conta a história da catástrofe que fraturou o mundo árabe desde a invasão do Iraque há 13 anos, levando ao surgimento do ISIS e da crise global de refugiados. A história dá ao leitor um sentido visceral de como tudo se desenrolou, através dos olhos de seis personagens no Egito, na Líbia, na Síria, no Iraque e no Curdistão iraquiano.

Categoria Produto
Nome: AIR-INK
É a primeira tinta comercialmente disponível feita a partir de poluição do ar. A empresa de tecnologia limpa industrializou o processo de captura e reciclagem de emissões de poluição do ar para pigmentos e tintas avançadas.

Categoria Transporte
Nome: Scewo
É um dispositivo de mobilidade que permitirá que as pessoas com deficiência sejam mais flexíveis e independentes para alcançar locais que antes eram inacessíveis.

Por Gabriel Gameiro