Concurso público busca projeto para área de 100 km da orla do Lago Paranoá, em Brasília

Estão abertas até 23 de fevereiro as inscrições para o concurso de projeto para a orla do Lago Paranoá, lançado em dezembro pelo Governo de Brasília. O objetivo é selecionar projetos arquitetônicos, urbanísticos e paisagísticos que indiquem usos, atividades e a configuração do espaço à margem do reservatório. O valor do contrato está estimado em R$ 2,5 milhões, cujos recursos virão do Fundo de Desenvolvimento Urbano do Distrito Federal (Fundurb).

“Esperamos um projeto conceitual, integrador, que amarre os 109 quilômetros da orla em um só conceito, de alta qualidade técnica e vanguarda artística”, afirmou Thiago de Andrade, secretário de Habitação.

Além do conceito geral e do Masterplan consolidado, os participantes deverão elaborar projetos específicos para três áreas de intervenção. A Área 1 vai do Trecho 1 do Setor de Clube Esportivo Sul (SCES), até o Setor de Habitações Individuais Sul (SHIS), na Quadra 10. Esse polo já conta com parque e áreas desobstruídas que estavam ocupadas irregularmente. Possui potencial para bosques, parques urbanos, trilhas, praia, píer, terminal atracadouro e atividades de comércio e serviço de apoio para os visitantes dessas modalidades, bem como infraestrutura de permanência.

Já a Área 2 compreende as Quadras 20 a 22, do Setor de Habitações Individuais Sul (SHIS). Nessa região, os estudos da Secretaria de Estado Gestão do Território e Habitação (Segeth) indicam o aproveitamento para praia, píer, terminal atracadouro, trilhas. O diferencial é a previsão de lotes institucionais que exigirão saídas criativas dos concorrentes, considerando que são espaços adequados para atividades de educação ambiental e cultura. Por fim, a Área 3 é localizada na região do Parque das Garças, onde houve ação de desobstrução e já havia a previsão de um Ponto de Atração Norte (PAN), com possibilidade de instalação de equipamentos culturais, artísticos e esportivos.

Os cinco melhores trabalhos serão escolhidos e classificados por ordem de mérito para a fase de habilitação. A equipe mais bem colocada entre as habilitadas sairá vencedora.

O júri titular é composto pelos arquitetos e urbanistas Ângelo Bucci, Briane Bicca, Jeanitto Gentinilli, Marcus Vinícius Batista de Sousa, Nivaldo Andrade, Nonato Veloso e Paulo Henrique Paranhos. Já o suplente é formado pelos arquitetos e urbanistas Lúcia Helena Ferreira Moura, Tereza da Costa Ferreira Lodder e Pedro Braga Netto.

O resultado do concurso do Masterplan da Orla do Lago Paranoá será divulgado em 21 de abril, aniversário de Brasília. Para mais informações, acesse o site clicando aqui.