Estudantes da Mackenzie, em São Paulo, vencem concurso do CBCA para projetos em aço

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb

Estudantes da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, ficaram com a primeira colocação do Concurso CBCA de Projeto em Aço para Estudantes de Arquitetura 2017, promovido pelo Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA). O objetivo foi criar berçários e jardins de infância em estrutura de aço.

O grupo é composto pelos alunos André Spadini Honda, Gregório Sangwoo Kang Kim, Guilherme Silveira Ferreira e Leonardo Navarro Antunes Nilo e tem orientação do professor Daniel Corsi da Silva. O júri destacou que o projeto possui uma solução criativa para o atendimento ao programa, com flexibilidade e versatilidade, proporcionando a qualificação urbana, com a implantando urbana primorosa com aproveitamento do baixio do viaduto do Glicério, uma solução que pode ser replicada em diversas outras metrópoles.

A Comissão Julgadora foi composta por membros da Comissão Executiva do CBCA e representantes da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA), da Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (Abece), do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) e do Instituto de Engenharia (IE). Os participantes tiveram que atender critérios como inserção no contexto urbano, meio ambiente, eficiência, acessos, mobiliário, segurança e entorno.

Em segundo lugar ficou Joana Fraga Alemar de Souza, Leonardo Gabriel Grogg e Michele Meneses de Amorim, da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Salvador. O trabalho contou com orientação do professor Marcos Antonio Menezes Queiroz e coorientação de Rosana Muñoz. Já a terceira colocação foi dada para os alunos Douglas Woloski de Abreu e Patrícia Andréia Klein e para a professora orientadora Patrícia Freitas Nerbas, daUniversidade do Vale do Rio dos Sinos, em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul.

A competição ainda selecionou duas menções honrosas: para Breno Quaioti, Gabriel da Silva Martinez Ribeiro e Maurício Addor Neto, com orientação da professora Cristiane Gallinaro, também da Mackenzie; e para o projeto de Bernardo Santiago Hauck Teixeira, Izabele Lovaglio Lopes, Júlia Dias da Mota e Renata Soares Tavares, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, com orientação de Otavio Curtiss Silviano Brandão e corientação de Paulo Von Kruger.

O vencedor recebeu um prêmio de R$ 8 mil, sendo R$ 6,5 mil para a equipe e R$ 1,5 mil para o professor orientador, e vai representar o Brasil no 10º Concurso Alacero de Diseño en Acero para Estudiantes de Arquitetura 2017, organizado pela Associação Latino-Americana do Aço, concorrendo com países como Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru, República Dominicana e Venezuela.