Projeto Moradas Infantis, no Tocantins, vence 4º Prêmio Tomie Ohtake AkzoNobel de Arquitetura

O Instituto Tomie Ohtake e a AkzoNobel anunciaram na última quinta-feira (10) os vencedores do 4º Prêmio Tomie Ohtake AkzoNobel de Arquitetura. A solenidade ocorreu durante a abertura da exposição dos 10 finalistas da premiação, que segue em cartaz na sede do instituto em São Paulo até 17 de setembro.

Os escritórios Rosenbaum e Aleph Zero, representados pela arquiteta Adriana Benguela, foram os grandes vencedores com o projeto Moradas Infantis, em Formoso do Araguaia, no Tocantins. O trabalho foi desenvolvido em 2015 com o objetivo de criar habitação para crianças de 13 a 18 anos, adequando a arquitetura à cultura local indígena. Os arquitetos mantiveram a separação original de duas vilas, uma feminina e outra masculina, com 45 unidades com seis pessoas cada, preservando a qualidade de vida. O projeto desenvolvido na área de 23.344,17 m² conta com sala de TV, espaço para leitura, varandas, pátios e redários, entre outros equipamentos.

Em segundo lugar ficou o projeto do Mirante 9 de Julho, na capital paulista, criado pelo arquiteto Marcos Paulo Caldeira, do MM18. O terceiro lugar foi do arquiteto Enk te Winkel, do escritório Vão, com o projeto Subsolanus, na Cidade do México.

Os três primeiros colocados receberam uma viagem para Xangai, na China, para Helsinque, na Finlândia, e para Havana, em Cuba, respectivamente. Além disso, os vencedores também irão para Amsterdã, na Holanda, para conhecer a sede da AkzoNobel, além de receberem troféu e destaque no catálogo da exposição.

Nesta edição, o Júri composto pelos arquitetos Carla Juaçaba, Gustavo Penna, Nabil Bonduki e Priscyla Gomes, foi responsável por selecionar os 10 finalistas entre 186 projetos inscritos, originados de 12 estados brasileiros e o Distrito Federal. O número de inscrições foi 56% maior do que no ano anterior.

A exposição com os projetos finalistas está em cartaz até 17 de setembro no Instituto Tomie Ohtake, na Av. Faria Lima, 201 – Complexo Aché Cultural, com entrada gratuita de terça a domingo, das 11h00 às 20h00. Conheça os projetos:

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb.