Next Architects se baseia em laços de cordão ao criar ponte que conecta quatro espaços públicos na China

Batizada de The Lucky Knot (em inglês, ‘O Nó da Sorte’), esta ponte de pedestres recém-construída na China chama a atenção, à primeira vista, pela expressividade de sua geometria. A estrutura de aço vermelho é formada por uma sequência de ondas que lembra o desenho de uma montanha-russa, sem ter ponto de partida e de chegada definido.

Parte de um extenso plano de requalificação da baía do Rio Dragon King, no New Lake District da cidade de Changsa, o projeto é criação do Next Architects, que uniu seus escritórios de Amsterdã e Pequim para sua realização, combinando a expertise em construção de pontes da equipe holandesa com o conhecimento do contexto local do time chinês.

A Lucky Knot tem finalidade recreacional, ecológica e turística. Além, é claro, da função de interligar diferentes localidades da cidade: as duas margens do rio, uma estrada e um estacionamento. O formato inusitado é resultado do enlaçamento desses planos de uma forma quase literal: uma das grandes inspirações veio da arte chinesa milenar de nós decorativos, que representam sorte e prosperidade.

SIMBOLISMOS E CONEXÕES

“Uma vez que desenvolvemos o formato básico da ponte, o principal desafio foi conceber as interseções que permitem aos pedestres se deslocar entre as muitas rotas possíveis”, diz Michel Schreinemachers, arquiteto e um dos sócios do Next Architects. São cinco os pontos de encontro, concebidos como “portas da lua”, aberturas circulares tradicionais da arquitetura chinesa de jardins.

Para os autores do projeto, trata-se de muito mais do que um elemento urbano utilitário. “Pontes têm um sentido extremamente metafórico. Elas conectam não apenas em um sentido físico, mas também pessoas, lugares, necessidades e experiências”, afirma Schreinemachers. “Na Lucky Knot, por exemplo, você pode ir de um ponto ao outro se quiser, mas esse está longe de ser o único propósito de uma ponte cujo percurso, inspirado no princípio da fita de Möbius, acontece em looping infinito”, completa.

O modo como a arquitetura pode influenciar a experiência das pessoas nas cidades é de especial importância para o time do Next, cujo principal interesse é oferecer novas vivências e perspectivas: “Imagine-se cruzando uma ponte de aço vermelho, ziguezagueando em meio aos seus degraus, podendo escolher todas as vezes um caminho diferente. Quando você atinge o ponto mais alto, tem a maravilhosa vista do rio, do Lago Meixi, da cidade de Changsha e da cadeia de montanhas do entorno. O que vale é isso: o modo como o público pode experimentar a Lucky Knot de um jeito divertido e sensorial”, diz Schreinemachers.

TÉCNICA E SENSIBILIDADE

Para dar vida à monumental estrutura da Lucky Knot, foram utilizadas 1.160 toneladas de aço tipo Q345, de grande resistência. A ponte tem 185 m de extensão e está 24 m acima do nível do rio – medida calculada para permitir a passagem de barcos com segurança. São ao todo 1.001 degraus, projetados em meio a rampas e curvas suaves, que nunca ultrapassam 34 graus, para garantir o conforto dos transeuntes.

Como parte do esforço a fim de transformar o novo espaço público em marco na paisagem, o programa inclui um projeto de luminotécnica. Uma das mais novas atrações turísticas da cidade é justamente o passeio noturno em barcos destinados à apreciação do espetáculo luminoso: um show de luzes criado com LED programado para apresentar diferentes performances.

DADOS DA OBRA

LOCAL Changsha, China
EXTENSÃO 185 m
CONCLUSÃO 2016

FICHA TÉCNICA

ARQUITETURA Next Architects (Bart Reuser, Marijn Schenk, Michel Schreinemachers, John van de Water, Jiang Xiaofei, Jurriaan Hillerstrom, Luuc Sonke)
CONSULTORIA DE CONSTRUÇÃO Ceri Engineering Technology Co., Ltd.
CONSULTORIA DE ILUMINAÇÃO H.G. Lighting
CONSTRUÇÃO Capital Engineering & Research Incorporation Company Limited
CLIENTE Prefeitura de Changsha